Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. A frustração pode ser ainda maior, considerando que não existem vagas em faculdades para todos esses alunos secundaristas. Superar as desigualdades entre meninos e meninas no acesso à escolarização formal é a base para capacitá-las a ocuparem papéis cada não consigo imprimir do pdf mais ativos na economia e política de seus países. Realizar um evento que vise combater a violência contra a mulher, informando quais instituições atuam no apoio às vítimas de violência.

Fazer uma campanha de combate a produtos, serviços e lojas que exploram o corpo da mulher em suas propagandas e comunicações, fortalecendo o senso crítico da sociedade. Promover uma campanha para estimular e encorajar as jovens a buscarem seu desenvolvimento socioeconômico, por meio da educação e do trabalho. Organizar um fórum de discussão, em parceria com o Conselho Comunitário e a Delegacia da Mulher, para esclarecer a população sobre os serviços públicos em defesa da mulher e a legislação atual. Fazer um levantamento das diversas ONGs e de todos os serviços públicos voltados às necessidades das mulheres e divulgar essas informações em pontos de grande circulação ou por meio de visitas domiciliares. Todos os anos onze milhões de bebês morrem de causas diversas. Lembrando que curar a doença não é necessariamente curar o doente, e sim não deixar que ninguém mais pegue tais doenças, vide prevenção. Como os objetivos de vida no mundo atual não são a paz em harmonia com a natureza, obviamente esse será um dos tantos objetivos frustrados do ODM.

Os ODM estão fazendo uma diferença real na vida das pessoas, e a agenda pós-2015 vai refletir novos desafios de desenvolvimento, e os esforços voltados para alcançar um mundo de prosperidade, igualdade, liberdade, dignidade e paz vão continuar de forma incessante. 2030, e deverão orientar os países na obtenção de resultados específicos, como, por exemplo, no acesso universal a energia sustentável e água limpa para todos. Visando repetir os sucessos do ODM, o ODS deve perceber as diferentes necessidades e questões existentes em diferentes países e culturas, absorver sugestões e escutar as manifestações favoráveis às metas, porém, sempre visando o lado pragmático de cada proposta e o atendimento a cada nível de necessidade. Dois novos capítulos foram produzidos para a SDSN, um para o Brasil e outro específico para a Amazônia, o que mostra a importância que o país tem para o tema. ODS fossem integrados à agenda de desenvolvimento das Nações Unidas pós-2015.

Terminar com a pobreza em todas as suas formas em todo o mundo. Terminar com a fome, alcançar a segurança alimentar e uma nutrição melhorada e promover uma agricultura sustentável. Assegurar vidas saudáveis e promover o bem-estar para todos e em todas as idades. Assegurar uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa, e promover oportunidades de formação contínua para todos. Alcançar uma igualdade de género e atribuir competências a todas as mulheres e raparigas. Assegurar a disponibilidade e uma gestão sustentável da água e saneamento para todos.

Assegurar o acesso a energia a preços acessíveis, fiável, sustentável e moderna para todos. Promover um crescimento económico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos. Construir uma infraestrutura sólida, promover uma industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação. Ações no âmbito do clima Implementar ações urgentes para combater as alterações climáticas e os seus impactos. Conservar e utilizar de forma sustentável os oceanos, lagos e recursos marinhos no sentido de um desenvolvimento sustentável. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, assegurar o acesso de todos à justiça e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas a todos os níveis.